Origem do Ano Novo: A Explicação correta

Origem do Ano Novo. O Réveillon trata-se na verdade da comemoração da passagem de ano do dia 31 de dezembro para o dia 1 de janeiro do ano seguinte. Muitos não sabem ,mas a palavra Réveillon tem origem francesa e quer dizer  “despertar” ou “retomar”, falando em referência à nova etapa de uma vida que se começa.

Origem do Ano Novo: A Explicação correta

Entenda a origem do Ano Novo e suas comemorações

De uma forma geral, o termo Réveillon era anteriormente usado para nomear a noite da ceia de Natal e só depois de muito tempo isso passou a dar nome a virada do ano.

A festa de Réveillon é uma grande tradição no País e em boa parte do planeta, dando forma, em muitos casos, a um caráter religioso cristão. Sendo assim, a origem do Réveillon vem de muito antes do cristianismo em si, geralmente tendo uma atribuição à Mesopotâmia, em 2000 a.C., como sendo uma comemoração chamada de  “Festival de Ano Novo”. Persas, fenícios, assírios e gregos, também são povos que celebravam a chegada de um novo ano.

Réveillon e suas culturas

É lógico que cada cultura e cada religião festeja a passagem do ano do seu modo e em datas específicas. Os chineses marcam essa renovação de ano no final de janeiro ou no começo de fevereiro, enquanto os judeus começam o ano deles entre setembro e outubro. Já para os muçulmanos a celebração de um novo ano começa no mês de maio.

Tradição ocidental de Ano Novo

No Brasil, assim como nos demais países do ocidental, o Réveillon é comemorado no dia 1º de janeiro. Esse dia foi escolhido graças ao calendário romano, por volta de 743 a.C.

A data foi mantida pelo calendário juliano e continuou assim quando a Igreja Católica resolveu usar o calendário gregoriano já no século XVI.

Como comemoramos o Ano Novo?

Aqui no Brasil comemoramos o Ano Novo durante um show de fogos de artifícios, sendo que temos o costume de nos vestir de branco para atrair paz. Também é comum que as famílias se reúnam em torno de muita comida e bebida.

Tradições religiosas Ano Novo no Brasil

No Brasil, por exemplo, temos algumas tradições religiosas de Ano Novo muito marcantes, como por exemplo, as que levam simbologias das religiões de origem africana.  O Candomblé é a principal delas e algumas pessoas fazem oferendas no mar junto a Deuses ligados a essa religião. O culto à Iemanjá é bem comum e que vai passar a virada do ano em praias poderá acompanhar isso de muito perto.

Superstições do Ano Novo

Acredita-se que a cor da roupa da pessoa durante a virada do ano tenha algum significado. Por isso, muitos optam pelo Branco, para ter paz o ano todo para trabalhar em prol das metas desejadas. Também é comum ver as pessoas com cores como amarelo, que diz que trás dinheiro.

Além disso, pular sete ondas no mar, comer sete uvas, consumir lentilha e guardar sete grãos de romã na carteira pode atrair boas vibrações em 2017.

[relfake id="1"]